HOME > APOLOGÉTICA GERAL 

Uma introdução a apologética

      A palavra "apologética" vem da palavra grega "apologia", que se pronuncia "ap-ol-og-ee'-ah." Significa, "uma defesa verbal." É usada oito vezes no Novo Testamento: At. 22:1; 25:16; 1 Cor. 9:3; 2 Cor. 7:11; Fl. 1;7,17; 2 Tim. 4:16, e 1 Pe.  3:15. Mas é este  último versículo que é associado com a apologética cristã.

"e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a todo aquele que vos pedir a razão da esperança que há em vós;"
 (1Pe. 3:15)
     Então, a apologética cristã é o ramo da cristandade que trata de contestar a toda e qualquer crítica que se opõe a revelação de Deus em Cristo e a Bíblia. Por conseguinte, pode incluir estudos como manuscritos da Bíblia, filosofia, biologia, matemática, evolução e lógica. Mas também pode consistir em dar uma simples resposta  a uma pergunta sobre Jesus ou uma passagem da Bíblia. Este útltimo caso é o mais comum e você não precisa ler toneladas de livros para fazer isso.
     A apologética pode ser defensiva ou ofensiva. O apologista pode e deve defender suas razões de crer (1Pe. 3:15). Mas, ele também pode atacar. Ele pode procurar aqueles que opõe e propõe perguntas, problemas, e repostas (2Co.10:5). Claro, ele deve preparar-se para fazer isto antes e assim toda a apologética será feita com amor.
     A apologética pode ser, basicamente, evidencial ou pressuposicional. A apologética evidencial trata da evidência para a cristandade: a ressurreição de Jesus, os manuscritos bíblicos, a profecia cumprida, milagres, etc. A apologia pressuposicional é aquela que trata das pressuposições daqueles que se opõe ao cristianismo porque as pressuposições afetam o modo como uma pessoa utiliza a evidência e razão.
     Algumas áreas do debate dentro da apologética cristã trata do uso da evidência, razão, filosofia, etc. Deve o apologista usar só os critérios aceitáveis para os incrédulos? Podemos usar a Bíblia como defesa de nossa posição ou devemos demonstrar a cristandade sem ela? A razão é suficiente para demonstrar a existência de Deus ou a verdade bíblica? Quanta razão e evidência é usada à luz das Escrituras para mostrar que é Deus quem abre a mente para entender?  Que parte mostra a oração, usando a Bíblia e a natureza pecadora do incrédulo? Como estes fatores se inter-relacionam para trazer um incrédulo a fé? As perguntas são fáceis. As respostas não são.
     Jesus escolheu uma pessoa muito religiosa e educada para ser apóstolo. Era Paulo. Os outros eram pescadores, coletor de imposto, médico, etc. Eles eram pessoas normais da época e estavam disponíveis e desejosos de serem usados pelo Senhor. Eles estavam cheios do Espírito de Deus  e foram usados como vasos de Deus. Deus usa todas as coisas para Sua glória. Por isso, nós fazemos apologética através da fé.
     O Senhor tem chamado cada cristão para fazer uma defesa da fé. Isto significa que você é chamado para dar respostas razoáveis as perguntas com respeito a cristandade. Agora, isto não significa que você deve ter um Ph.D ou que você tem que ir ao seminário. Mas significa que você deve estar desejoso de dar pelo menos uma resposta para suas crenças. Se você acha que não pode, então ore a Deus e comece a esudar.

O que você estuda?

     Você poderia orar e pedir ao Senhor para ensinar-lhe aquilo que Ele quer que você saiba. Peça a Ele que lhe dê a responsabilidade para aprender algo. Não importa o que seja. Só pergunte. Qualquer coisa que você se interessar é algo que você irá aprender. O que você está estudando é algo que Deus vai usá-lo depois. É igual as ferramentas num porta-ferramentas. Quanto mais você tem, mais você pode fazer.
     Outra maneira de saber o que Deus quer que você estude é aprender por circunstância. Digamos que uma Testemunha de Jeová venha a sua porta e debate a divindade de Cristo com você e você não sabe defendê-lo biblicamente. Nesse caso, você sabe que necessita estudar versos bíblicos que ensinam que Jesus era Deus em carne. Ou talvez alguém lhe pergunte como você sabe que a Bíblia é verdade? Se não tiver uma resposta, ore e ensaie perguntas. Faça como seu pastor. Você aprenderá.
     Ou talvez você está lendo a Bíblia e um verso o chama a atenção. Você poderia conseguir um comentário e entendê-lo. Poderia perguntar a outros sobre isso.

Tenha um caderno de notas

     O caderno de notas é algo que começou a ajudar-me a estudar há quase 20 anos. Você pode fazer um. É simples. Consiga uma agenda e pergunte a Deus o que você precisa saber.
     No exemplo acima, Deus porá responsabilidade em seu coração, mostrará lugares onde falta conhecimento ou um verso da Bíblia o chamará a atenção. Anote o que você aprende em seu caderno. Coloque datas nas páginas. Você se assombrará com o que você aprende.
     Basicamente, apologética é equivalente a teologia com tênis. Significa pegar o feno do sótão e levar até onde as vacas podem comer. Qualquer um pode 'fazer' apologética. Tudo depende da vontade.



Matthew J. Slick
Tradução de Emerson de Oliveira

 

VOLTA