HOME > CULTOS/RELIGIÕES > ISLAMISMO 

Grade de comparação entre
cristianismo e doutrina islâmica

por Matt Slick
Tradução: Rodrigo Miranda

1)Termo:  Vida após a morte      

Cristianismo : Cristãos estarão com o Deus no céu (Filipenses 1:21-24), em nossos corpos ressuscitados (1 Coríntios 15:50-58). Os não cristãos serão lançado no inferno para sempre (Mateus. 25:46).

 
Islamismo : Há uma vida após a morte (75:12) uma vida ideal no Paraíso (29:64), para muçulmanos fiéis ou Inferno para os que não são.

2)Termo: Anjos
 
Cristianismo:  Seres criados, não-humanos alguns dos quais, cairam em pecado e tornaram-se demônios.  Eles são muito poderosos.  Os anjos que não caíram levam a cabo a vontade de Deus.

 
Islamismo: Seres criados sem própria vontade que servem a Deus.  Anjos são criados da luz.

3)Termo: Reconciliação
 
Cristianismo: O sacrifício de Cristo na cruz (1 Pedro 2:24) por meio do Seu sangue trorna-se o Sacrifício que leva embora a ira de Deus (1 John 2:2) do pecador quando o pecador recebe (João 1:12), pela fé (Romanos. 5:1), o trabalho de Cristo na cruz.

 
Islamismo: Não há nenhum trabalho de reconciliação no Islã diferente de uma sincera confissão de pecado e arrependimento pelo pecador.

4)Termo: Bíblia
 
Cristianismo: Inspirada e formulada sem erros nos manuscritos originais dados por Deus (2 Timóteo. 3:16).
 
Islamismo: Palavra respeitada dos profetas mas a Bíblia foi corrompida pelos séculos e só é correta na medida em que concorda com o Alcorão.

5)Termo: Crucificação
 
Cristianismo: O lugar onde o Jesus expiou pelos pecados do mundo.  Só por este sacrifício que qualquer um pode ser salvo da ira de Deus (1 Pedro 2:24).

 
Islamismo: Jesus não morreu na cruz.  Ao invés, Deus permitiu que Judas se parecesse com Jesus e este fôsse crucificado ao invés.

6) Termo:Diabo
 
Cristianismo: Um Anjo caído que opõe a Deus de todos os modos.  Ele também busca destruir a humanidade (Isaías 14:12-15; Ezequiel 28:13-15).

 
Islamismo: Íblis, um jinn caído.  Jinn não são anjos nem homens, mas seres criados com vontades próprias. Os Jinns foram criados do fogo, (2:268; 114:1-6).

7) Termo: Deus
 
Cristianismo: Deus é uma trindade de pessoas:  Pai, Filho, e Espírito Santo.  A Trindade não são três deuses em um deus, nem  uma pessoa que tem três formas.  Trinitarianismo é estritamente monoteístico.  Não há nenhum outro Deus em existência.

 
Islamismo: Deus é conhecido como Alá.  Alá é uma pessoa, uma unidade rígida.  Não há nenhum outro Deus em existência.  Ele é o criador do universo (3:191), soberano acima de tudo (6:61-62).

8)Termo: Céu (Paraíso)
 
Cristianismo: O lugar onde Deus mora.  Céu é a casa dos cristãos que são salvados pela graça de Deus.  É céu porque é onde Deus e os cristãos desfrutarão amizade eterna com Ele.

 
Islamismo: Paraíso para muçulmanos, um lugar de alegrias inimagináveis (32:17), um jardim com árvores e comida (13:35;15:45-48) onde são conhecidos os desejos de muçulmanos fiéis, (3:133; 9:38; 13:35; 39:34; 43:71; 53:13-15).

9) Termo: Inferno
 
Cristianismo: Um lugar de tormento em fogo fora da presença de Deus.  Não há fuga do Inferno (Mateus 25:46).
 
Islamismo: Inferno é um lugar de castigo eterno e tormento (14:17; 25:65; 39:26), em fogo (104:6-7) para esses que não são os muçulmanos (3:131) bem como esses que de quem o trabalho e a fé não são suficientes (14:17; 25:65; 104:6-7).

10) Termo: Espírito Santo
 
Cristianismo: Terceira pessoa da Trindade. O Espírito Santo é completamente Deus em natureza.
 
Islamismo: O arcanjo Gabriel que entregou as palavras do Alcorão a Muhammad.

11) Termo: Jesus
 
Cristianismo: Segunda pessoa da Trindade.  Ele é a palavra que se tornou carne (João 1:1, 14). Ele é Deus e homem (Colossenses. 2:9).

 
Islamismo: Um grande profeta, só sucede a Muhammad.  Jesus não é o filho de Deus (9:30) e certamente não é divino (5:17, 75)) e ele não foi crucificado (4:157).

12) Termo: Dia do julgamento
 
Cristianismo: Acontece no dia da ressurreição (João 12;48) onde Deus julgará todas as pessoas. Os cristãos vão para o céu.  Todos os outros para o inferno (Mateus. 25:46).

 
Islamismo: Acontece no dia da ressurreição onde Deus julgará todas as pessoas.  Muçulmanos vão para o paraíso.  Todos os outros para o inferno (10:53-56; 34:28). O Julgamento está baseado nas ações de uma pessoa (14:47-52; 45:21-22).

13) Termo: Alcorão 
 
Cristianismo: O trabalho de Muhammad.  Não é inspirado, nem é considerado como escritura. Não há nenhuma verificação precisa dos originais.

 
Islamismo: A revelação de Deus para todo gênero humano dada pelo arcanjo o Gabriel para Muhammad num período de mais de 23 anos.  Está sem erro e resguardada de erros por Alá.

14) Termo: Homem 
 
Cristianismo: Feito à imagem de Deus (Gênesis 1:26). Isto não significa que Deus tem um corpo, mas que o homem é feito como Deus em suas habilidades (razão, fé, amor, etc.).

 
Islamismo: Não feito na imagem de Deus (42:11). O Homem é feito do pó da terra (23:12) e Alá soprou o fôlego da vida no homem (32:9; 15:29).

15) Termo: Muhammad
 
Cristianismo: Um homem não inspirado nascido em 570 em Mecca que começou a religião islâmica.
 
Islamismo: O último e maior de todos os profetas de Alá e o Alcorão é o maior de todos os seus livros.

16)Termo: Pecado original 
 
Cristianismo: Este é um termo que descreve o efeito do pecado de Adão nos seus descendentes (Rom. 5:12-23). Especificamente, é nossa herança da natureza pecaminosa de Adão. A natureza pecaminosa de  Adão é passada de pai para filho. Nós somos por natureza os filhos da ira (Efésios. 2:3).

 
Islamismo: Não existe nenhum pecado original.  Todas as pessoas são sem pecado até que eles se rebelem contra Deus.  Elas não têm natureza pecaminosa.

17) Termo: Ressurreição  
 
Cristianismo: Reissurreição de todas as pessoas, são ressuscitados os não cristãos para condenação e cristãos à vida eterna (1 Cor. 15:50-58).

 
Islamismo: Ressurreição, alguns para o céu, alguns para o inferno (3:77; 15:25;75:36-40; 22:6).

18) Termo: Salvação
 
Cristianismo: Um dom gratuito de Deus (Efésios. 2:8-9) para a pessoa que acredita em Cristo e no Seu sacrifício na cruz.  Ele é o nosso mediador (1 Timóteo. 2:5). nenhum esforço é de qualquer forma suficiente para merecer a salvação desde que nossos esfoços são todos inaceitáveis a Deus (Isaías 64:6).

 
Islamismo: O perdão de pecados é obtido pela graça de Alá sem um mediador.  O muçulmano tem que acreditar que Alá existe, acreditar nas doutrinas fundamentais do Islã, acredita que Muhammad é o profeta dele e seguir os mandamentos de Alá contidos no Alcorão.

19)Termo: Filho de Deus
 
Cristianismo: O termo que define que Jesus é  divino, entretanto ele não é o filho literal de Deus no aspecto físico (João 5:18).

 
Islamismo: Literalmente um filho de Deus.  Então, Jesus não pode ser filho de Alá.

20) Termo: A Palavra
 
Cristianismo: "No princípio era o verbo e o verbo estava com Deus e o verbo era Deus... e o verbo se tornou carne e habitou entre nós..." (João 1:1, 14).

 
Islamismo: A ordem de Alá que resultou em Jesus que foi formado no útero de Maria.

VOLTA