HOME > SEITAS/HERESIAS > TESTEMUNHAS DE JEOVÁ 

ICo. 8.5 - "muitos deuses e muitos senhores"

William Burkitt's NT Notes
Tradução: Stephen Adams

"Porque, ainda que há também alguns que se chamem deuses, quer no céu ou sobre a terra, como há muitos deuses e muitos senhores"

Aqui o apóstolo lhes fala que, embora os idólatras pagãos reconheciam uma pluralidade de deuses, alguns no céu, como o sol, lua, e estrelas; alguns na Terra, como os homens e animais, eles os tinham como deuses celestiais e senhores terrestres; mas estes foram chamados só deuses, quer dizer, deuses em nome, não em natureza, não em realidade. 

Ele também diz que nós, cristãos, possuíamos e reconhecemos um que vive e é o verdadeiro Deus, um em natureza, não um em pessoa, a quem deviam ser dirigidas todas nossas orações; e um Mediador, por quem serão oferecidas todas nossas orações. A nós há um Deus, o Pai. 

Este texto os arianos, socinianos, e unitarianos usaram muito para ensinar que a Divindade era só ao Pai, excetuando Cristo e o Espírito Santo. 

Assim eles discutem: "Ele que diz que há um imperador, o César, diz em efeito que não há nenhum outro imperador além de César. Assim, quando S. Paulo diz: 'há um Deus o Pai', ele diz (dizem eles) que não há nenhum outro Deus além do Pai". 

Para isto vamos responder:

1 - Deus o Pai é muitas vezes mencionado nas Escrituras como a divindade e compreende as três pessoas; ele que é Fons Deitatis, e Fundamentum Trinitatis, como s estudiosos dizem. De forma que a aplicação da palavra Deus aqui ao Pai, não exclui o Filho de ser Deus, mas só de ser a Fonte da Divindade, como o Pai é. 

Cristo diz, "eu sou Alfa e Omega, o Primeiro e o Último"
( Ap. 1:17). 

Qualquer um concluirá que Deus o Pai não é o Alfa e Ômega? Ele não é o Primeiro e o Último, como também o Cristo? 

Nós chamamos nosso Senhor Jesus de o único Salvador. Assim excluímos Deus o Pai de ser um Salvador. Ele não é chamado de o Salvador de todos os homens (ITm 4:10)? 

Deus o Pai é chamado o Criador de todas as coisas. Todavia é afirmado que todas as coisas foram criadas por Cristo, a Palavra (Jo. 1:2). 

Em resumo, nós afirmamos assim como eles, a unidade da Divindade, e que Cristo não é outro Deus, mas só outra pessoa do Pai. 

2 -  Seu próprio argumento pode ser aplicado a eles. Quando o apóstolo diz que só há um Deus o Pai, ele acrescenta nas próximas palavras, há mas um Senhor Jesus Cristo

Agora se a idéia que só há um Deus excetua Cristo de ser Deus, então a afirmação que só há um Senhor excetua Deus o Pai de ser o Senhor; e se é blasfêmia excluir Deus o Pai de ser o Senhor não é menos blasfêmia excluir Cristo, o Filho, de ser Deus

Saiba então, que como cristãos, a Igreja em todas as época têm reconhecido que só há um Deus, Deus o Pai, assim eles também reconheceram que Jesus Cristo verdadeiramente era Deus, da substância do Pai, Deus de Deus, verdadeiro Deus de verdadeiro Deus. O Senhor nos mantém nesta fé! Quem honra o Filho, honra o Pai que O enviou; mas quem nega o Filho nega o Pai também. 

 

 

VOLTA