HOME > SEITAS E HERESIAS > TESTEMUNHAS DE JEOVÁ 

                                          As Testemunhas de Jeová e o espiritismo
               
Por: Emerson de Oliveira

      Outra coisa grave que as TJ não falam é sobre uma pessoa aparentemente desconhecida ao público brasileiro mas que teve grande influência na Tradução do Novo Mundo: Johannes Greber. Guarde este nome. Quem foi ele?
      Johannes Greber foi um padre na Alemanha, em 1920. Em 1923, ele foi convidado para fazer orações com um membro da igreja. Greber descreve o que aconteceu aqui:
"Tão logo terminou a oração o menino caiu no chão respirando ofegantemente, de tal forma que me assustou...depois de alguns segundos ele foi levantado com força do chão várias vezes como por uma mão invisível e ficou sentado com os olhos fechados".(Johannes Greber, "Comunicação com o Mundo dos Espíritos de Deus--Suas Leis e Propósito.)
      Notaram que o que aconteceu se parece com o que ocorre em algumas denominações pentecostais e seitas no mundo?
      Logo após, o menino começou a receber inspirações de "espíritos" que disseram a Greber que o cristianismo precisava mudar e não se encontrava no seu estado original:
"Os ensinos de Cristo não mais se encontravam na sua pureza e clareza originais naqueles documentos que te mandei. No que é chamado de Novo Testamento, vários parágrafos, às vezes vários capítulos, tem sido omitidos. O que vocês tem são cópias mutiladas...mesmo as últimas cartas do apóstolo Paulo ás comunidades cristãs tem sido destruídas. Nelas, ele explicou cuidadosamente suas doutrinas. Mas as interpretações errôneas que vieram depois deformaram a fé cristã." (Johannes Greber, "Comunicação com o Mundo dos Espíritos de Deus--Suas Leis e Propósito.)
      Depois, o espírito se identificou, falando de sua missão:
"Você está certo em perguntar quem eu sou, pois isto é o primeiro dever para testar os espíritos e saber se vem de Deus...Asseguro-lhe diante de Deus que sou um dos bons espíritos de Deus cujo nome não posso revelar...desde o início da humanidade, os espíritos tem se comunicado com os homens..." (Johannes Greber, "Comunicação com o Mundo dos Espíritos de Deus--Suas Leis e Propósito.)
      Estranho não? O espírito diz que não pode revelar seu nome e que desde do começo da humanidade, os espíritos se comunicam com os homens. Puro espiritismo. Depois, Greber deixou de ser padre, preso a sua supresa por estar sendo "usado" pelos espíritos. Escreveu o livro "Comunicação com o Mundo dos Espíritos de Deus--Suas Leis e Propósito, onde relata suas experiências com os espíritos. Em 1933, escreveu uma tradução do Novo Testamento, ajudado pelos "espíritos". Foi essa tradução que a Watchtower Society usou para fazer sua tradução de versículos escolhidos da Tradução do Novo Mundo.

Greber e a Tradução do Novo Mundo

      Como dissemos acima, Greber teve uma participação especial na "tradução" da TNM, além dos cinco "misteriosos" tradutores que a fizeram, cujos nomes hoje são conhecidos. Foi Greber que disse:

Não existe qualquer união de três pessoas em nenhuma Trindade no sentido em que os cristãos em geral ensinam. . . Somente o Pai é Deus. O próprio Cristo não foi Deus, mas somente o primeiro dentre os filhos de Deus.
      Greber disse que Jo.20.28, por exemplo, deveria ser "meu Senhor e Mestre" em vez de "meu Senhor e meu Deus". Daí, ele resolveu fazer a tradução do NT inteira, baseado nas comunicações com os espíritos. A própria Torre de Vigia, em The Watchtower [A Sentinela] de 15/02/1956, condenou Greber denunciando-o como espírita, contudo cita de suas obras como autoridade confiável em publicações lançadas em 1962, 1975, 1976 e 1981!
      Um dos grandes versículos que mais geram controvérsia sobre a TNM é Jo.1.1, que Greber teve participação fundamental. A Torre de Vigia usa sua tradução para este versículo:

   "No princípio era a Palavra e a Palavra estava com Deus e a Palavra era um deus" (TNM)

      Nós sabemos que em português, a TNM é a única bíblia que lê dessa forma. Nenhuma outra fala que Jesus é "um deus" que não O DEUS único. Deve-se notar que as TJ acreditam que o Espírito Santo dirige sua organização, mas Greber falava de "espíritos" (plural), o que dá a entender o espiritismo. Verdade é que em 1983 a Watchtower condenou veementemente Greber chamando do espírita mas mesmo assim continuou usando sua tradução.
      O mais difícil é uma TJ acreditar que sua bíblia foi feita por Greber, que foi inspirado por demônios. Assim, todas as doutrinas das TJ também são demoníacas.

Russel e sua "mediunidade"

      O que poucas TJ sabem é que sua própria organização admitiu ter em seus primeiros tempos um tipo de "mediunidade" com Charles Taze Russel, o fundador da seita e morto em 31 de outubro de 1916.
      Quando ele morreu, seus seguidores ficaram perdidos. Eles perguntavam "quem irá nos guiar agora?" Eles acreditavam que Russel, como Jesus, era o único canal de comunicação com Deus. "O Senhor indicou que usaria um membro de sua igreja como canal..." (Watchtower 1/3/1923). Assim, eles colocavam Russel no mesmo patamar que Pedro e Paulo. Mas onde isto está na Bíblia?
      Eles acreditavam que Russel estava com eles: "já que nosso pastor, agora em glória, manifesta um grande interesse em nossa obra, Deus o permitiu agir com influência sobre nós (Ap. 14.17)..." (Watchtower 1/11/1917)
      "Apesar de nosso pastor ter passado o véu, ele está dirigindo todo nosso trabalho" (Estudos, v.7, pg. 144). Eles explicam que Russel estava consciente após a morte, apesar de contrariarem seus próprios ensinamentos que não há consciência depois da morte. Durante muitos anos a Sociedade continuou usando a "mediunidade" com Russel para suas doutrinas. Por isso eles mudam toda hora de doutrinas.
      Mas Dt. 18. 10-12 condena a consulta aos mortos. Agindo assim, a Sociedade condena-se a si mesma.

VOLTA