HOME  

Bem-vindo 


     Bem-vindo ao LOGOS.  Seu propósito é discutir os vários sistemas religiosos e examiná-los de uma perspectiva cristã. LOGOS é construído de matérias escritas por conceituados autores, bem pesquisados. Finalmente, o objetivo primário do site é ajudar os cristãos a defenderem sua fé melhor e saber por que seitas são seitas. 
     Por crença cristã, me refiro às crenças corretas da ortodoxia cristã, como Trindade e Divindade de Jesus. Há muitos falsos "cristos" e só porque um se diz cristão, não quer dizer que seja. 
     Por seita, me refiro a um grupo ou ensino que é heterodoxo, esotérico, oculto, devocionando pessoas, líderes e falsas idéias. Por isto, muitos grupos podem ser chamados de seitas. Mas também tratamos de seitas e religiões não-cristãs, mostrando até influências que estes tiveram em algumas seitas cristãs. É claro, há muitas definições genéricas da palavra seita. Mas vejam esta seção para saberem exatamente o que caracteriza algo como seita.   
     O LOGOS trata dos falsos "cristos", dos sistemas que distorcem a visão ortodoxa e bíblica da pessoa de Cristo. É preciso comparar urgentemente estes grupos com a verdade bíblica e trazer seus adeptos a uma compreensão correta do eixo cristão. O mormonismo, as Testemunhas de Jeová e a Ciência Cristã, de uma forma ou outra, desviam do verdadeiro sentido da pessoa de Jesus e da ortodoxia bíblica, negando a inteira divindade/humanidade de Cristo. 
     Há muitos outros grupos não-cristãos no LOGOS e muitos outros a vir. Estude o site com a Bíblia. Há uma doutrina ortodoxa (correta) e baseada na Bíblia. Paulo disse: "há um só Senhor, uma só fé, um só batismo" (Ef. 4.5). Não existem "várias fés" ou "vários modos de ver a verdade". Esta é uma só e cristalina. O site tenta dar uma visão crítica aos leitores convidando-os a pensar.
      Minha intenção não é ofender ninguém que faça parte de um destes grupos mencionados como seitas. Quero informar. Mas lembre-se que, ao fazer isto, tenho que tocar na teologia.
      Que nossa oração seja como a de Cristo: "Pai santo, guarda-os em teu nome, que me deste, para que eles sejam um, assim como nós". (Jo. 17.11)


VOLTA