HOME > CIÊNCIA 

                                A evolução refutou a Deus?

Por: Dave Burke
Tradução: Emerson H. de Oliveira

Pessoas cientificamente informadas freqüentemente usam seu conhecimento da teoria evolutiva para criticar o relato da Bíblia da Criação em Gênesis. O ateísmo, ou pelo menos o gnosticismo, parece racional e lógico. Em contraste, os cristãos parecem  membros da Sociedade da Terra Plana. Isto é verdade? 
É importante ser honesto sobre o que a teoria de evolução tem a oferecer. A evidência que a vida animal e vegetal têm evoluído, até certo ponto, é boa; a evolução, através da seleção natural, é uma teoria que explica isto muito bem. Mas como a vida, ou o próprio Universo, no que diz respeito ao assunto, surgiram? Os cientistas especularam sobre isto em base da teoria evolutiva, e estas especulações são apresentadas freqüentemente como fatos, mas tais hipósteses são... bem, hipóteses. Assim, assumir que não há Deus porque você acredita que nós podemos explicar tudo sem ele é dar um pulo enorme e injustificado. Os ateus são freqüentemente culpados de exagerar o sua defesa deste modo e criam uma boa teoria de mudança orgânica em uma explicação total de tudo; eles não têm direito para fazer assim, a evidência não é tanta. 
O material em Gênesis capítulo 1 não é uma tentativa para dar relato da criação. Um professor de genética disse: 'as narrativas da criação bíblica não devem ser usadas como um relato científico. Elas se preocupam com verdades teológicas. Isto não é imputar nenhuma inexatidão, mas insistir no propósito das passagens'. 
Assim, vamos entender o que está sendo dito de fato em Gn. 1. Deixe-me mencionar três coisas que se tratam neste capítulo:

  • Deus iniciou tudo e Deus é a fonte da vida. Esta declaração está em oposição a muita especulação científica e cepticismo filosófico.
  • Há ordem na Criação. Há padrões de desenvolvimento colocados em Gn. 1. Cada espécie era distintiva e havia uma ordem no desenvolvimento que poderia estar bem de acordo com o pensamento mais científico. 
  • A singularidade do ser humano. A Bíblia deixa bastante claro que o homem é sem igual, que você é sem igual. Os seres humanos são muito mais que animais, eles são feitos à imagem de Deus. É bom mostrar que a história evolutiva da origem humana ainda não está clara; quem foram os seres como macacos que encontramos em forma de fóssil? Quem era o homem de Neanderthal? Há algumas respostas claras e é arrogante dizer que tudo já está definido. 

Se você se inclina para a evolução ou ao relato da criação das origens, você tem que viver humildemente com muita incerteza. As duas histórias das origens podem não ser tão incompatíveis quanto você pode acreditar! 
A teoria da evolução não refuta Deus e nem o ateísmo ou o agnosticismo é mais racional que a crença cristã. Um olhar honesto mostrará que os cientistas estão longe de explicar a origem do Universo ou a origem da vida. Um bom olhar em Gênesis, porém, nos dá um vislumbre real da razão por que você está sentando agora frente a seu computador lendo isto e não, como os outros primatas, agarrados a sua existência precária em algum canto distante de uma selva tropical. Isto é o que é ser feito à imagem de Deus! 



VOLTA