HOME > CULTOS/RELIGIÕES > CRISTIANISMO 

As duas naturezas de Jesus

Por: Matt Slick
Tradução: Vinícios Torres

Jesus é Deus em carne humana. Ele não é metade Deus e metade homem. Ele é totalmente Deus e totalmente homem. Na encarnação Ele adicionou à Sua natureza divina a natureza humana. Portanto, Ele tem duas naturezas: divina e humana. Ele tanto Deus como homem, simultaneamente. Ele não é meramente um homem que "tem Deus dentro dEle", nem um homem que "manifestou o princípio divino." Ele é Deus, a segunda pessoa da Trindade. "Ele, que é o resplendor da glória e a expressão exata do seu Ser, sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder" (Hb 1:3). As duas naturezas de Jesus não são "misturadas", nem são elas combinadas em uma nova natureza divino-humana. Elas são separadas ainda que atuem como uma unidade. Isto é chamado de União Hipostática.
     A tabela abaixo ajuda-nos a ver as duas naturezas de Jesus "em ação":

DEUS HOMEM
Ele foi adorado (Mt 2:2,11; 14:33; 28:9) Ele adorou ao Pai (Jo 17)
Ele recebeu orações dirigidas a Ele (At 7:59; 1 Co 1:1-2) Ele orou ao Pai (Jo 17:1)
Ele foi chamado de Deus (Jo 20:28; Hb 1:8) Ele foi chamado de homem (Mc 15:39; Jo 19:5).
Ele foi chamado de Filho de Deus (Mc 1:1) Ele foi chamado de Filho do Homem (Jo 9:35-37)
Ele era sem pecado (1 Pe 2:22; Hb 4:15) Ele foi tentado (Mt 4:1)
Ele sabia todas as coisas (Jo 21:17) Ele cresceu em sabedoria (Lc 2:52)
Ele dá vida eterna (Jo 10:28) Ele morreu (Rom. 5:8)
A plenitude da divindade habite nEle (Cl 2:9) Ele tem um corpo de carne e osso (Lc 24:39)

      Um dos muitos erros que os cultos e seitas não-cristãos cometem é não compreender as duas naturezas de Cristo. Por Exemplo, as Testemunhas de Jeová focalizam a humanidade de Jesus e ignoram a Sua divindade. Na Ciência Cristã, por outro lado, focaliza-se na natureza divina e ignora a humana.
      Para uma compreensão apropriada de Jesus e, portanto, de todas as outras doutrinas relacionadas a Ele, Suas duas naturezas devem ser corretamente entendidadas e definidas.
      A Bíblia fala sobre Jesus (Jo 5:39). Os profetas profetizaram a respeito dEle (At 10:43). O Pai testemunhou dEle (Jo 5:37, 8:18). O Espírito Santo deu testemunho dEle (Jo 15:26). As obras que Jesus realizou testemunharam dEle (Jo 5:36, 10:25). As multidões testemunharam dEle (Jo 12:17). E Jesus deu testemunho de si mesmo (Jo 14:6, 18:6).
      Outras passagens a considerar quando examinarmos a Sua deidade são: Jo 1:1,14; 5:18; 20:28; Rm 9:5; Fp 2:5-8; Tt 2:13; Hb 1:6-8; e 2 Pe 1:1.
      1 Tm. 2:5 diz, "Porquanto há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem." Certamente, agora existe um homem no céu no trono de Deus. Ele é o nosso advogado diante do Pai (1 Jo 2:1). Ele é nosso Salvador (Tt 2:13). Ele é nosso Senhor (Rm 10:9-10). Ele é Jesus.

Copyright Christian Apologetics and Research Ministry
por Matthew J. Slick, B.A., M. Div.

 

VOLTA