HOME > SEITAS E HERESIAS > ESPIRITISMO

Análise do espiritismo

Fonte: http://www.textosdareforma.net.

Jesus Cristo em Seu Evangelho nos adverte sobre os falsos profetas (pregadores):
     
“Cuidado com os falsos profetas. Eles vêm a vocês vestidos de peles de ovelhas, mas por dentro são lobos devoradores..” (Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus cap. 7 vers. 15).

Vejamos o que os espíritos nos ensinam a respeito das pregações:
“Se alguém tem uma convicção bem firmada sobre uma doutrina (ensinamento), ainda que falsa, necessário é lhe tiremos essa convicção, mas pouco a pouco. Por isso é que muitas vezes nos servimos de seus termos e aparentamos abundar nas suas idéias; é para que não fique de súbito ofuscado e não deixe de se instruir conosco. (“O Livro dos Médiuns” pag. 392).

CUIDADO!
“servimo-nos de seus termos; ... aparentamos abundar nas suas idéias”

Verdadeiros profetas não manipulam as verdades dados por Deus, pois não existe necessidade de politiquismo, visto que a mensagem pregada foi dada por Deus. Quem quiser rejeitá-la, rejeita a Palavra de Deus.

Kardec escreveu que o Espiritismo e o Cristianismo ensinam a mesma coisa (“Evangelho Segundo o Espiritismo”, pag. 48), só que o Cristianismo nos manda amaldiçoar qualquer pessoa que nos pregue evangelho que vá além do que já fôra pregado pêlos apóstolos:

“Mas ainda que nós ou um anjo dos céus pregue um evangelho diferente daquele que lhes pregamos, que seja amaldiçoado! Como já dissemos, agora repito: Se alguém lhes anuncia um evangelho diferente daquele que já receberam, que seja amaldiçoado!” (Epístola de Paulo aos Gálatas cap. 1 vers. 8 e 9).

Os profetas do Espiritismo costumam começar a apresentação de sua doutrina aos leigos afirmando que ela não se trata de religião:

“Seu verdadeiro caráter, é o de uma ciência, e não de uma religião: e a prova disso é que conta entre seus adeptos homens de todas as crenças, que não renunciaram por isso às suas convicções: católicos fervorosos que não praticam menos todos os seus deveres de seu culto, quando não são repelidos pela Igreja, protestantes de todas as seitas, israelitas, muçulmanos, e até budistas e brâmanes.” (“O que é espiritismo”, pag. 79)

Entretanto, depois de conquistar a confiança dos novatos à pregação, mudam de figura:

“Aproxima-se a hora em que te será necessário apresentar o Espiritismo qual ele é, mostrando a todos o­nde se encontra a verdadeira doutrina ensinada pelo Cristo. Aproxima-se a hora que, à face do céu e da Terra, terás de proclamar que o Espiritismo é a única tradição verdadeira Cristã e a única instituição verdadeiramente divina e humana. Ao te escolherem, os Espíritos conheciam a solidez das tuas convicções e sabiam que tua fé, qual muro de aço, resistiria a todos os ataques. (“Obras Póstumas”, pág. 308)

“O Espiritismo é chamado a desempenhar imenso papel na Terra. Ele reformará a legislação ainda tão freqüentemente contrária às leis divinas: retificará os erros da História; restaurará a religião do Cristo, que se tornou, nas mãos dos padres, objeto de comércio e de tráfico vil; instituirá a verdadeira religião a religião natural da que parte do coração e vai diretamente a Deus.” (“Obras Póstumas”, pag. 200)

Seus livros também pregam que o espiritismo é a terceira revelação de Deus aos Homens, vejamos:

“...reconhece-se que o Espiritismo realiza todas as promessas do Cristo a respeito do Consolador anunciado. Ora, como é o Espírito da Verdade que preside ao grande movimento da regeneração, a promessa da sua vinda se acha por essa forma cumprida, porque, de fato, é ele o verdadeiro Consolador. (“A Gênese", pág. 34)

“A primeira revelação teve sua personificação em Moisés, a segunda, a terceira não a tem em indivíduo algum. As duas primeiras foram individuais, a terceira coletiva; aí está um caráter essencial de grande importância.” (“A Gênese”, pag. 35)

Na Bíblia, o Consolador é chamado de Espírito Santo, vejamos:

“Mas o Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, lhes ensinará todas as coisas e lhes fará lembrar tudo o que eu lhes disse.” (Evangelho de Jesus Cristo segundo João cap. 14 vers. 26)

Em toda a Bíblia o Espírito Santo é mencionado como pessoa e não como movimento religioso:

Ele aparece entre as pessoas:
“Pareceu bem ao Espírito Santo e a nós não impor a vocês nada além das seguintes exigências necessárias:” (Atos cap.15 vers. 28)

“Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em http://nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo,” (Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus cap. 28 vers. 19)

Aparece no batismo de Jesus Cristo:
“Assim que Jesus foi batizado, saiu da água. Naquele momento o céu se abriu, e ele viu o Espírito de Deus descendo como pomba e pousando sobre ele.” (Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus cap.3 vers. 16)

Aparece na benção apostólica:
“A graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vocês.” (2.ª Epístola de Paulo aos Coríntios cap. 13 vers. 13)

É chamado Deus:
Então perguntou Pedro: "Ananias, como você permitiu que Satanás enchesse o seu coração, ao ponto de você mentir ao Espírito Santo e guardar para si uma parte do dinheiro que recebeu pela propriedade? Ela não lhe pertencia? E, depois de vendida, o dinheiro não estava em seu poder? O que o levou a pensar em fazer tal coisa? Você não mentiu aos homens, mas sim a Deus". (Atos dos Apóstolos cap. 5 vers. 3 e 4) 

Possui atributos de personalidade:
- Inteligência: “mas Deus o revelou a nós por meio do Espírito. O Espírito sonda todas as coisas, até mesmo as coisas mais profundas de Deus. Pois, quem conhece os pensamentos do homem, a não ser o espírito do homem que nele está? Da mesma forma, ninguém conhece os pensamentos de Deus, a não ser o Espírito de Deus. (1.ª Epístola de Paulo aos Coríntios cap. 2 vers. 10 e 11)
- Volição (vontade): “Todas essas coisas, porém, são realizadas pelo mesmo e único Espírito, e ele as distribui individualmente, a cada um, como quer”.(1.ª Epístola de Paulo aos Coríntios cap. 12 vers. 11) - “Paulo e seus companheiros viajaram pela região da Frígia e da Galácia, tendo sido impedidos pelo Espírito Santo de pregar a palavra na província da Ásia. (Atos dos Apóstolos cap. 16 vers. 6)
- Sensibilidade: “Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção.” (Epístola de Paulo aos Efésios cap. 4 vers. 30)
- Exerce atividades pessoais:
a) Ensina: “Mas o Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, lhes ensinará todas as coisas e lhes fará lembrar tudo o que eu lhes disse.” (Evangelho de Jesus Cristo segundo João cap. 14 vers. 26)
b) Intercede: “Da mesma forma o Espírito nos ajuda em nossa fraqueza, pois não sabemos como orar, mas o próprio Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis.” (Epístola de Paulo aos Romanos cap. 8 vers. 26)
c) Convence: “Mas eu lhes afirmo que é para o bem de vocês que eu vou. Se eu não for, o Consolador não virá para vocês; mas se eu for, eu o enviarei. Quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo.h” (Evangelho de Jesus Cristo segundo João cap. 16 vers. 7 e 8)
d) Fala: "Enquanto Pedro ainda estava pensando na visão, o Espírito lhe disse: Simão, três homens estão procurando por você” (Atos dos Apóstolos cap. 10 vers.19 e 20)

O espiritismo julga ser a terceira revelação. Admitindo-se ser a 3.ª revelação, estabelece-se que as 3 (três) revelações procedem da mesma fonte, que é Deus, chegando-se à conclusão que não pode haver contradição entre elas. Dessa forma como se explica às inúmeras contradições entre as doutrinas de Cristo e as do espiritismo?


VOLTA