HOME > SEITAS/HERESIAS > TESTEMUNHAS DE JEOVÁ 

Hipocrisia das TJ Sobre Livros de Espiritismo de Johannes Greber

Trevor Scott
Fonte: Observatório Watchtower


As Testemunhas de Jeová têm em muitas ocasiões enfatizado a necessidade de destruir quaisquer livros ou outros objectos associados com "espiritismo". Repare:

"Em harmonia com o exemplo registrado em Atos 19:19, é também importante destruir todos os objetos que possui, que se relacionem com o espiritismo, ou desfazer-se adequadamente deles." (Raciocínios à Base das Escrituras, 1989, p. 142)

"Os que querem agradar a Jeová, portanto, destroem sua parafernália espírita, como fizeram antigos cristãos em Éfeso." (Despertai!, 8 de Abril de 1986, p. 27)

"Imitando os que se tornaram seguidores de Cristo em Éfeso, se estiver de posse de objetos diretamente relacionados com o espiritismo, é sábio destruí-los, não importa quão caros sejam." (Poderá Viver Para Sempre no Paraíso na Terra, 1989, p. 98)

"A Testemunha que veio estudar a Bíblia comigo aconselhou-me a destruir tudo em meu poder que tivesse relação com o espiritismo." (A Sentinela, 1 de Setembro de 1979, p. 28)

A última citação acima foi publicada pelas Testemunhas de Jeová em 1979. Outro artigo publicado pelas Testemunhas de Jeová no mesmo ano, sob o subtítulo "Resista às Forças Espirituais Iníquas", tinha a dizer o seguinte (a ênfase é minha):

"O apóstolo Paulo escreveu aos cristãos em Éfeso: "Revesti-vos da armadura completa de Deus, ... porque temos uma pugna, não contra sangue e carne, mas contra ... as forças espirituais iníquas nos lugares celestiais." (Efé. 6:11, 12) Se o cristão fosse consultar tais forças por intermédio dum médium espírita, poderia dizer-se que as estava combatendo? De modo algum. Antes, não deveria ele destruir quaisquer objetos associados com tais comunicações espíritas, seguindo o exemplo daqueles crentes do primeiro século, em Éfeso, que até mesmo queimaram os livros que tratavam do espiritismo?" (A Sentinela, 15 de Julho de 1979, p. 29)

Segundo as Testemunhas de Jeová, o proceder cristão seria "destruir quaisquer objetos associados com tais comunicações espíritas". Mas que dizer das próprias Testemunhas de Jeová? Que proceder deviam elas tomar se tivessem em seu poder objectos associados com "comunicações espíritas"? Será que as Testemunhas de Jeová "destroem sua parafernália espírita" como fazem aqueles "que querem agradar a Jeová"? Será que as Testemunhas de Jeová imitam "os que se tornaram seguidores de Cristo em Éfeso"? Será que elas agem "em harmonia com o exemplo registrado em Atos 19:19"?

Para responder a estas perguntas, considere a seguinte carta enviada pela Sociedade Torre de Vigia (Testemunhas de Jeová) à Johannes Greber Memorial Foundation depois de ter recebido dois livros escritos por Johannes Greber, um espírita.1 Esta carta, datada de 1980, foi enviada apenas um ano depois da publicação do artigo das Testemunhas de Jeová de 1979 onde elas afirmaram que um cristão teria de "destruir quaisquer objetos associados com tais comunicações espíritas".

Carta das TJ para a Johannes Greber Memorial Foundation

Tradução da carta:

Senhores:

Esta [carta] tem o propósito de acusar a recepção dos dois livros que nos enviaram, O Novo Testamento traduzido por Johannes Greber, e o livro dele Comunicação com o Mundo Espiritual de Deus.

Apreciamos que nos tenham enviado estes volumes. Já por alguns anos estamos cientes [da existência] da tradução de Johannes Greber e ocasionalmente até a citámos. Cópias da tradução, porém, têm sido difíceis de obter. Como temos quatro bibliotecas nas nossas instalações da sede que são consultadas pelos membros do nosso pessoal, incluindo os escritores das nossas revistas e livros, inquirimos sobre a possibilidade de obter algumas cópias adicionais de O Novo Testamento.

Por favor enviem qualquer comunicação sobre o pedido acima para o Departamento de Redacção, Secretária EG.

Sinceramente,

Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados de Nova Iorque, Inc.

Ahn?

Que tal "não, obrigado"? Que tal "destruímos os vossos livros espíritas"? Que tal "ide ler Deuteronómio 18:10-12"?

Depois de receber dois livros associados com "comunicações espíritas" da Fundação de Johannes Greber, a resposta da Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados (Testemunhas de Jeová) foi pedir mais cópias! Parece que a Sociedade queria certificar-se de que todo o seu pessoal -- "incluindo os escritores das [seus] revistas e livros" -- teria acesso ao livro espírita de Greber!

A Sociedade declarou na sua carta: "Já por alguns anos estamos cientes [da existência] da tradução de Johannes Greber e ocasionalmente até a citámos". De facto, durante muitos anos a Sociedade Torre de Vigia (Testemunhas de Jeová) tinha usado a tradução espírita de Greber, mesmo sabendo que era uma tradução espírita, para apoiar algumas traduções obscuras que se encontram na tradução do Novo Testamento feita pelas Testemunhas de Jeová.2 Que a Sociedade Torre de Vigia (Testemunhas de Jeová) sabia que Johannes Greber era um espírita e que a tradução do Novo Testamento dele era 'diretamente relacionada com o espiritismo', pode ver-se a partir das seguintes declarações, publicadas pela Sociedade Torre de Vigia (Testemunhas de Jeová) em 1955 e 1956 (a ênfase é minha):

"Não nos surpreende que um certo Johannes Greber, um ex-sacerdote católico, se tenha tornado um espírita e tenha publicado o livro intitulado Comunicação Com o Mundo Espiritual, Suas Leis e Seu Propósito." (The Watchtower, 1 de Outubro de 1955, p. 603 [em inglês])

"Johannes Greber diz na introdução da sua tradução do Novo Testamento, copyright de 1937: 'Eu próprio fui um sacerdote Católico, e ... nunca realmente acreditei na possibilidade de comunicar com o mundo dos espíritos de Deus. Contudo, chegou o dia em que involuntariamente dei o primeiro passo em direcção a essa comunicação ... As minhas experiências estão relatadas num livro que apareceu tanto em alemão como em inglês e tem o título Comunicação com o Mundo Espiritual: Suas Leis e Seu Propósito' ... Greber esforça-se em fazer a leitura do seu Novo Testamento soar bem espiritista ... Muito claramente os espíritos nos quais o ex-padre Greber acredita ajudaram-no na sua tradução." (The Watchtower, 15 de Fevereiro de 1956, pp. 110-111 [em inglês])

A Sociedade Torre de Vigia (Testemunhas de Jeová) não só se baseou no espiritismo de Greber durante 20 anos,3 sabendo perfeitamente que ele era espírita, mas também, ao ser presenteada com cópias adicionais das "comunicações espíritas" de Greber em 1980 (apenas um ano depois de ter aconselhado o seu rebanho a destruir quaisquer objectos associados com comunicações espíritas), em vez de destruir estes livros "diretamente relacionados com o espiritismo" como fazem "os que querem agradar a Jeová", a Sociedade expressou a sua apreciação sincera e pediu ainda mais cópias.

Hipócritas! Sois como sepulcros caiados -- belos por fora mas cheios por dentro com ossos de mortos e de toda sorte de impureza.4


Notas

1 Esta carta foi disponibilizada pela Johannes Greber Memorial Foundation.

2 O Novo Testamento de Johannes Greber foi mencionado ou citado pela Sociedade Torre de Vigia (Testemunhas de Jeová) numa exibição de suposto apoio "de peritos" para traduções obscuras na Tradução do Novo Mundo da própria Sociedade Torre de Vigia nas seguintes publicações: The Word -- Who Is He? According to John (A Palavra -- Quem É Ele? Segundo João), 1962, p. 5 (em inglês); The Watchtower, 15 de Setembro de 1962, p. 554 (em inglês); Make Sure of All Things (Certificai-vos de Todas as Coisas), 1965, p. 489 (em inglês); Aid to Bible Understanding (Ajuda Ao Entendimento da Bíblia), 1971, p. 1669 (em inglês); The Watchtower, 1 de Janeiro de 1961, p. 30 (em inglês); Aid to Bible Understanding (Ajuda Ao Entendimento da Bíblia), 1971, p. 1134 (em inglês); A Sentinela, 15 de Abril de 1976, p. 256; A Sentinela, 15 de Julho de 1976, p. 423.

3 Cf. nota 2.

4 Mateus 23:27.

 

VOLTA