HOME > SEITAS/HERESIAS > TESTEMUNHAS DE JEOVÁ 

A Trindade: Deus manifesto

Por: David Henke (Watchman Expositor)
Tradução: Emerson H. de Oliveira

Há evidência para a Trindade no Novo Testamento? 
No Novo Testamento encontramos o claro ensinode um Deus (ITm. 2:5) e ao mesmo tempo vemos que o Pai é Deus (Rm. 1:7), o Filho é Deus (Jo. 20:28), e o Espírito Santo é Deus (At. 5:3-4). Porém, os escritores do Novo Testamento não dão uma definição sistemática de como os Três são Um. A Teologia Sistemática, de Augustus Strong, diz dos escritores do NT na página 304: "Eles a ensinaram (a Trindade), quando ainda estava em revelação; só com o tempo, reflexão, e o choque com as controvérsias da oposição tornaram possível cristalizar em forma definida e dogmática.'' 

Olhando para trás, temos que dar grande importância natural aos escritos daqueles homens que receberam a instrução diretamente dos apóstolos. Quanto mais distante algo está da fonte, mais provável é ter erros. Esta é exatamente a afirmação feita pela Torre de Vigia. Eles ensinam que ortodoxia foi ensinada pelos apóstolos, mas com o tempo as heresias corromperam a fé e no Concílio de Nicéia em 325 d.C., os hereges forçaram os outros a acreditarem em sua heresia. Para a Sociedade Torre de Vigia a Trindade era a heresia, Atanásio era o inimigo da verdade, e Ário de Alexandria era o campeão de Deus. 

Se as TJ estão certas, homens como Policarpo e Inácio, que foram discípulos do apóstolo João, acreditaram no mesmo que a Torre de Vigia ensina, que Jesus não é Deus. Mas, os dois homens ensinaram a divindade de Jesus. Policarpo chamou Jesus  de "nosso Senhor e Deus'' (Os Pais Apostólicos, Lightfoot, pág. 99). E Inácio disse: "pois nosso Deus, Jesus o Cristo, foi concebido no útero de Maria'' (ibid, pág. 67). Irineu, um discípulo de Policarpo, que escreveu seus Cinco Livros Contra as Heresias nas quais ele defendeu a doutrina cristã contra as heresias de sua época, disse que Jesus é "...nosso Senhor, Deus, Salvador e Rei... '' (Pais Pré-Nicenos, Vol. 1, pág. 330). Muitas outras tais citações por estes homens, e outros, poderia ser produzida. 

Quando a Sociedade Torre de Vigia diz que a Trindade não se tornou dogma oficial da Igreja oficial até o quarto século, eles estão fazendo um inteligente uso de palavras para criar a impressão que não era a verdadeira fé da Igreja até então. Por isto é que Policarpo, Inácio e Irineu são importantes testemunhas contra estas Falsas Testemunhas (Nota do Tradutor: a STV respeita muito os Pais da Igreja. Na página 7, sob o título "O Que os Pais Pré-Nicéia Ensinaram", a Brochura da Trindade diz isto sobre estes grandes homens: "OS PAIS Pré-Nicéia são reconhecidos como tendo sido destacados instrutores religiosos dos primeiros séculos após o nascimento de Cristo. O que eles ensinaram é de interesse". Mas a Torre distorce muito o que eles escreveram, dando a falsa impressão aos leitores que eles não acreditaram na Trindade e na divindade de Jesus. Para um estudo completo sobre isto veja aqui).

É interessante ver o debate aberto entre o que os Pais da Igreja antiga escreveram e comparar com o que a Torre de Vigia pratica hoje. A revista Sentinela (1 de junho de 1986, pp. 28) fez uma declaração muito reveladora sobre esta consideração. Disse que algumas Testemunhas estavam dizendo "...que basta ler exclusivamente a Bíblia, quer em particular, quer em pequenos grupos em casa. Mas, o que é estranho é que por meio de tal ‘leitura da Bíblia’ voltaram novamente para trás, para as doutrinas apóstatas que os comentários dos clérigos da cristandade estavam ensinando há 100 anos...! '' Esta é uma idéia muito errada que a Bíblia ensina o que "cristandade'' ensina! 

A "verdade'' da Torre de Vigia não conseguia ficar de pé perante a luz das Escrituras e da verdadeira história, que as TJ estavam aprendendo em seus estudos bíblicos particulares proibidos pela Torre. 

Além disso, é incomcebível imaginar Deus não evitando que a verdade fosse atacada por Satanás. Satanás foi maior do que o Deus que habitava nos corações das pessoas na época da Igreja primitiva? Será possível que Deus, por meio de Seu grande poder e soberania, criou a Igreja e depois a deixou morrer? A Trindade sobreviveu intacta até o presente, mas todas as heresias na igreja antiga vieram e foram. Elas não mostraram a viabilidade desta verdade central da fé cristã, a Trindade. 

VOLTA